Guia de compras de Rivera – parte 1

Oi gente boa!

Hoje tem um post muito pedido por várias leitoras, e que eu queria muito fazer já faz um tempo: um Guia de Rivera!

IMG_2699

Na verdade é a primeira parte do guia, porque escrevi tanto que me obriguei a dividir em duas partes para ninguém abandonar o blog! 😄 HAHAHA

Bom, vamos começar?

No feriado do dia 1º de maio a gente (eu, João, pai, mãe, Carol e Bi) foi passear e comprar um pouco, e dessa vez dormimos uma noite, então pude tirar fotos com mais calma e resolvi fazer o guia. Já aviso que vou falar muito e o texto vai ficar ~alcorão feelings, mas prometo que será muito esclarecedor para quem só quer saber como é, e útil para quem quer viajar para lá e gostaria de saber informações gerais. Bom, senta lá, busca um chocolate ou uma pipoca que agora sim vou começar!

Vou explicar de tudo um pouco, mas só para falar rapidinho, tipo resumo de artigo: Rivera faz divisa com Santana do Livramento – RS e é uma cidade do Uruguai. A divisa não tem fiscalização, nem pórtico nem nada e você pode caminhar livremente de um país para o outro. Os free shops ficam bem na divisa, ou seja, você não precisa caminhar muitas quadras para chegar até a área de compras, e sim apenas atravessar a praça da “Fronteira da Paz“, ou como é o nome de verdade, Parque Internacional. Antigamente todos os free shops se concentravam nessa parte da divisa onde fica a praça e a conhecida rua Sarandí, mas a Siñeriz (free shop muito conhecido) construiu um shopping que fica a 2,2 km dessa região, então agora são dois “locais” para comprar, a rua Sarandí e os seus arredores, e o shopping Siñeriz com seu estacionamento e lojas gigantes. Ufa, resumão.

Depois do resumo, vou falar primeiro da área de compras mais tradicional, e tirei algumas fotos do hotel para mostrar a praça e como é a fronteira sem fronteiras. De um lado a Avenida Tamandaré, de Santana do Livramento – Brasil, e do outro a Orientales, de Rivera – Uruguai, simples assim, atravessando a praça você já chega nos free shops:

2Divisa 3Divisa

Para melhor visualizar tirei um print do Google Maps (meu amor) mostrando exatamente a praça e as ruas:

4Divisa.tiff

Diferente do Paraguai, na exata divisa de Santana do Livramento – BR com Rivera – UY não tem polícia, fiscalização nem nada. Pra você saber que está de um lado ou de outro tem que olhar para as lojas, pois de um lado da praça tem Panvel na avenida Tamandaré, por exemplo, e do outro tem as famosas queserías, ou queijarias, na Orientales. Os free shops se concentram praticamente em volta de uma rua, pois a maioria deles fica nela e alguns nas ruas laterais, como podemos ver pelo mapa:

Fronteira da paz 1.tiffPelo mapa dá para ver a praça que é a divisa entre BR e UY, e também a Sarandí, que é a rua principal dos free shops. Favoritei os free shops no meu Google Maps, e esses são os melhores de todos! Na rua lateral, chamada Agraciada, tem alguns free shops e muitas queijarias, que em sua maioria se localizam nessa rua mesmo, tendo poucas na Sarandí. Então o segredo de Rivera é estacionar em alguma rua lateral, sendo que a melhor ainda é a Agraciada, onde sempre estacionamos pertinho do free shop Barão, e poder levar as compras no carro assim que tiver vontade. Outra alternativa é estacionar na praça, mas daí fica um pouco mais longe e normalmente não tem lugar para estacionar. E para quem fica nos hotéis e não quer ir de carro, é só atravessar a praça que tem dois hotéis, ou seja, com boa vontade dá para juntar umas quantas sacolas e levar para o quarto do hotel 😉

Agora uma mapa mais de longe, mostrando os hotéis bem em cima e a distância até os free shops:

Fronteira da Paz.tiff

Como a gente normalmente vai e volta no mesmo dia, estacionamos na Agraciada e vamos levando as compras para o carro até o porta-mala encher e um pouco mais. Mas dessa última vez, em que fiz a maioria dessas fotos, posamos no Hotel Acrópolis. Falando um pouco do hotel, olhei no Google Maps as qualificações das outras pessoas e escolhi o Acrópolis, mas também tinha a opção do Hotel Portal, que fica literalmente ao lado, e do Hotel Jandaia, que é uma quadra mais longe da divisa. Tem outros hotéis, mas os mais perto são esses, por isso citei aqui. Na hora de decidir, eu li que o Acrópolis é mais novo, e realmente isso se confirmou, pois o hotel é bem tranquilo, nada de luxo, claro, mas tranquilo para tomar um banho e capotar. Ainda fica em cima da Panvel e na esquina da praça, muito amor ❤

O outro ponto de compras é o Shopping Siñeriz, que fica a 2,2 km da Sarandí, como comentei antes. Só para mostrar a distância dos hotéis e tal, vou colocar um mapa mostrado as duas áreas de compra:

Fronteira da paz 3.tiff

Como pode-se supor, a linha pontilhada vermelha é a divisa entre Brasil e Uruguai. Estão acabando os mapas, juro, mas não tem como explicar de outro jeito. Se tu não gosta de mapas, apenas esqueça a localização geográfica e pule para a parte das compras. Ou aguarde o próximo post onde mostro todos os esmates \o/

Bom, quando falo que vamos e voltamos no mesmo dia, normalmente saímos daqui 4 da manhã para chegar lá por volta das 9 horas, pois é uma hora em que ainda tem lugar bom para estacionar e que não tem muita gente nas lojas. Para voltar normalmente saímos 4 da tarde e chegamos as 9 da noite, dando tempo de ainda arrumar tudo antes de tomar banho e dormir, porque #soudessas. Pra quem não sabe, moro em Condor – RS e mostro a distância até Rivera com o mapa a seguir:

Fronteira da paz 4.tiff

433 km e demoramos normalmente 5 horas, porque a estrada, principalmente da metade em diante do caminho (depois de Santa Maria) é muito boa e deserta, dá para andar bem tranquilo. Claro, estou mostrando o meu trajeto, mas só para falar um pouco sobre a minha experiência mesmo 😉

Mas CHEGA de mapas, apesar de eu amar um mapinha… Agora que todo mundo já sabe onde fica Rivera, os free shops e os hotéis, vamos falar de outras coisas.

Sobre os horários das lojas, a maioria fica aberta das 8:30 até as 19:30, variando pouco. Nos feriados elas têm um horário limitado, descobri isso da pior maneira no feriado de 1º de maio ¬¬’ E nos domingos são poucas que fecham, a maioria abre normalmente. Nós que trabalhamos todos aqui na granja e podemos sair quando quisermos, sempre vamos de “dias de semana”, evitando os finais de semana. Teve uma vez que fomos quarta-feira e chegamos as 9, lembro que éramos os únicos dentro do free shop 😄 Agora o dólar está caro comparado às outras vezes que fomos, nessa última vez estava 2,26, mas chegamos a ir com o dólar a 1,65. Que sonho 🙄 Vou mostrar as fachadas de algumas lojas que lembrei de fotografar, o nome do free shop na legenda tá?

Zebra Free Shop

Zebra Free Shop

Zebra fica ao lado do Duty Free Americas

Zebra fica ao lado do Duty Free Americas

Duty Free Americas <3

Duty Free Americas ❤

Zebra vista do outro lado da rua (sem listras)

Zebra vista do outro lado da rua (sem listras)

Rivera Free Shop, tem Essence <3

Rivera Free Shop, tem Essence ❤

Rivera Free Shop

Rivera Free Shop

Fachada do Rivera

Fachada do Rivera

Barão Free Shop, muuuito bom

Barão Free Shop, muuuito bom

Além desses Free Shops tem a Neutral, a Mantra, a Black (onde tem maquiagens da MAC), e muitos outros, mas só lembrei de fotografar alguns, sorry. Normalmente o preço dos produtos não varia tanto de um para outro, então tem que ir com a mente pronta para o “achou, comprou” e não ficar esperando para ver se nos outros é mais barato. Um dos meus preferidos com certeza é o Americas, porque é fácil de olhar e mexer em tudo, os perfumes e esmaltes estão com livre acesso para todos. Nos outros freeshops normalmente ficam as moças atendendo e te mostram o perfume se você quiser, mas eu prefiro eu mesma futricar. Na Barão tem muita promoção de bebida e vários itens de maquiagem. Na verdade tem tudo em todos, mas a gente acaba se acostumando a comprar determinadas coisas em alguns freeshops.

Por exemplo: normalmente estacionamos perto da Barão, então deixamos para comprar as bebidas e os chocolates por último exatamente nesse free shop, porque é perto e fácil de levar. Se comprarmos antes temos que carregar peso ou deixar derretendo no carro. Coisas assim afinal, mas tem tudo em todos os freeshops!

Agora algumas fotos da rua super sofisticada só que não:

Rua Sarandí

Rua Sarandí

Hotel uruguaio chamado Brasil Uruguai

Hotel uruguaio chamado Brasil Uruguai

Sarandí até a divisa com o Brasil

Sarandí até a divisa com o Brasil

Mais da Sarandí

Mais da Sarandí

Sarandí com vista da Indians

Sarandí com vista da Indians

Como dá para ver, não é sujo igual ao Paraguai, mas também não é lindo igual à quinta avenida.. hauiahuiauia 😄 comparações leemdas. É muito tranquilo, não tem muito perigo de deixar o carro, tem gente que cuida e ajuda a estacionar gritando nas ruas, então é bem bom de passear e comprar. Outro lugar muito bom que não é free shop é a Indians, loja uruguaia (até onde eu sei) que vende roupas muito legais, como milhares de casacos de lã batida e de couro. Juro que algumas etiquetas e marcas são muito parecidas com as que vendem na C&A, e um dia até comprei um blusão com a etiqueta da H&M, então essa loja é um mistério para mim. As roupas são de qualidade e tem preço bom, já comprei jaqueta de couro preta por 80 pila e casaco de lã batida por 120. Bom demais né? Essa loja tem os preços em pesos (10 pesos = 1 real mais ou menos), então teoricamente não entra na cota, mas não tenho certeza. Alguém sabe?

Indian, não é free shop mas é MARA

Indian, não é free shop mas é MARA

Outras lojas famosas são as queserías, com muito queijo maravilhoso (amo queijo, rata feelings). Jerry se maravilharia passeando pelos buracos dos queijos suíços ❤ Eles não gostam que a gente tire foto dentro, e eu não entro muito porque o cheiro forte demais me dá náuseas, então se quiserem vale uma “googlada”. Além de queijo tem MUITO doce de leite, sério, muito! Na verdade, tem comidinhas em geral, pringles, temperos e afins. Tirei foto da fachada da Quesería Paysandú:

Queijaria Paysandú

Queijaria Paysandú

Quesería

Quesería

E para acabar essa parte vou falar do Shopping Sineriz e mostrar algumas fotitas:

Fachada da área de shopping para o free shop

Fachada da área de shopping para o free shop

No Shopping da Siñeriz existem as seguintes lojas/restaurantes, todas elas com os valores em pesos (e não em dólares como os free shops):

Bookshop: é uma livraria com livros em português, espanhol e inglês, mas o que mais me interessa nela são as canetas Stabilo. Normalmente eles têm todas as canetas ponta .88 (as mais “comuns”), além das canetinhas, canetinhas neons, kits, canetas avulsas, mil coisas. Eu sou apaixonada por caneta, então enlouqueço, tenho vários kits e uso direto;

Burger King: infelizmente não é Mc Donald’s 😦 Nunca comi no Burger King a não ser em Rivera, então só posso dizer que não gosto porque todos os hambúrgueres deles tem aquele gosto do Ruffles churrasco que eu odeio profundamente. É tipo “estou comendo fumaça”, apenas blé. É a opção mais comum para comer lá, quase todas as pessoas comem hambúrguer mesmo;

Farmácia Linea: pequena, tem várias coisinhas, acho que é só para ter uma farmácia no shopping, mais para casos de necessidade extrema mesmo;

Grupo Cine: sim, tem cinema \o/ Eu nunca assisti filmes porque vou lá para comprar né, mas tem filmes em português e espanhol, além de legendados nessas mesmas línguas (quando o filme é em inglês). Interessante para quem vai ficar mais dias, mas duvido que isso aconteça muito;

Indumex: empresa de câmbio, não sei porque afinal podemos pagar em dólar e em real em todos os free shops ¬¬’;

La Leña: tem dois pontos, um de pizza, simplesmente MARA, como sempre pizzas se está aberto (na última vez que fomos era feriado de 1º de maio e todas as lojas estavam fechadas, menos os free shops). O outro ponto de venda é de parrillada, que é tipo o nosso churrasco gaúcha mas feito de forma diferente, sem ser em espetos, com toda a carne jogada em cima de uma “grade”. Nunca comi, amo o nosso churrasco gaúcho de todos os domingos <3;

Punta Ballena café: tem café e lanchinhos do tipo alfajor e outros doces. Nunca comi também, mas parece saboroso;

Regalos 100% Uruguayos: é uma loja com coisas típicas uruguaias, que lembram muito as coisas tradicionalistas gaúchas, com muito couro e madeira, cavalos e etc. Tem quadros, luminárias antigas, essas coisas assim;

Supermercado Ta-Ta: amor demais, um mercado uruguaio, claro, mas com muita coisa legal! Cadernos diferentes, muuuitas latinhas lindas e enfeites baratinhos. Quando eu e a Fran fomos tinha muito enfeite de Natal, nos esbaldamos comprando! É tudo muito barato, até porque é em pesos, ou seja, 10 pesos = 1 real (mais ou menos, tem pouca variação então calculo assim, sempre cortando o último dígito dos valores deles);

Fotos de tudo que acabei de explicar:

Restaurante "parrillada" La Leña, corredor para banheiros e mercado, e lojas

Restaurante “parrillada” La Leña, corredor para banheiros e mercado, e lojas

Fomos de Burger King porque a pizzaria La Leña tava fechada :(

Fomos de Burger King porque a pizzaria La Leña tava fechada 😦

3 opções para comer

3 opções para comer

Área de shopping com livraria Bookshop ao fundo

Área de shopping com livraria Bookshop ao fundo

Pizza deliciosíssima

Pizza deliciosíssima

E claro, essa é uma área do shopping, sendo que no meio dessas lojas e restaurantes tem uma entrada com seguranças para o free shop, que é gigantesco! Segundo o site da Siñeriz, são mais de 10.000 metros quadrados de free shop. Pensa gente, 1 hectare de coisas para enlouquecer e comprar ❤ #aloka pensando em hectares hauahiuaha. Fotos externas:

Quando viajei com Franciele Maria (dã)

Quando viajei com Franciele Maria (dã)

Elefante (?) na porta principal do Shopping

Elefante (?) na porta principal do Shopping

Alguém sabe porque raios tem esse elefante na frente do negócios? Não entendi até hoje, mas ok. Agora algumas fotos de dentro dos free shops, a maioria tirada clandestinamente no Shopping Siñeriz mesmo. Não tirei foto de tudo que tem pra vender porque não pode, mas só para dar uma ideia mesmo:

Pros cachaceiros

Pros cachaceiros

Galera deixa os carrinhos no cantinho na hora do almoço

Galera deixa os carrinhos no cantinho na hora do almoço

Milka

Milka

Milka e outros

Milka e outros

Fran ingerindo um maxi M&Ms

Fran ingerindo um maxi M&Ms

Bebidas

Bebidas

Bebidas

Bebidas

Parte só da Nike, mas tem todas as marcas esportivas

Parte só da Nike, mas tem todas as marcas esportivas

Kit Kat <3

Kit Kat ❤

Nivea e outros

Nivea e outros

Victoria's Secret

Victoria’s Secret

Beleza na Barão

Beleza na Barão

Mais beleza na Barão

Mais beleza na Barão

Perfumes e afinas no DF Americas

Perfumes e afins no DF Americas

DF Americas

DF Americas

DF Americas

DF Americas

Ai ai, quero ir de novo já! Não tirei foto, mas também tem muita coisa para cachorro, bebê, casa, além de eletrônicos, roupas e games. Mostrei fotos do Shopping da Siñeriz e algumas já dos outros free shops, então agora vou falar sobre as compras gerais, para finalmente finalizar o post de hoje. #ninguémguentamais

Dando uma geral sobre as compras de outras coisas (esmaltes fica para o próximo post): tem coisa demais, sério, tem todos os perfumes que vocês imaginam (até comprei um Chanel mara amor da vida) por um preço de menos da metade do preço aqui do Brasil. Tênis é menos da metade também, e são de uma qualidade superior, pelo menos na minha opinião, nível EUA. Bebida eu não compro, só uma Amarula perdida de vez em quando ou umas garrafinhas mini de Absolut porque amo coisa mini e não resisto, mas tem gente que vai lá e compra tipo 100 garrafas de vinho. Tá, não digo que compram 100, mas realmente compram muuuita coisa! Roupa de marca eu compro até, mas apenas se acho algo que me agrada muito, mas não sou nada ligada nessas coisas. Tem Tommy, Ralph Lauren, Lacoste, Calvin Klein, GAP e essas coisas, sendo que o preço é a metade do Brasil, mas o dobro dos EUA, eu sei porque viajei recentemente e pude comparar. Galera vai lá e compra mil roupas de marca, eu compro mil esmaltes e porcarias para comer, então cada um cada um né? 🙂

E tem muita maquiagem e afins, sendo que tem MAC no Black Free Shop (na Paysandu) e numa loja da MAC que abriu recentemente na Sarandí, em frente ao free shop da Siñeriz (não é o shopping, é o free shop da Sarandí mesmo). Essa loja da MAC abriu recentemente, e eu nem vi quando fui porque estacionamos perto da Barão no dia de vir embora, e no dia anterior estava tudo fechado 😉 um único free shop vende MAC por exemplo, o Black Free Shop que fica na Paysandu. A Paysandu é uma rua diagonal e tem bastante coisa também, com outras lojas que vendem cobertores e essas coisas. Tem até uma loja de roupas e coisarada de gaúcho, o João até comprou uma bota numa vez que fomos. Eu sei que quando falo assim é bem vago, mas dêem uma olhada no mapa que fica mais fácil. Não sei vocês, mas sou muito #aloka dos mapas, conheço muitos lugares do mundo sem nem mesmo ter ido ainda. Quando fui para NY me achei fácil demais e sabia onde ficavam todos os lugares que queríamos ir, de tanto que eu estudei o mapa antes. #alokadosmapas #cristinageográfica

E por hoje é SÓ (SÓ GENTE 😄 HAUAIHAIA)! Na parte 2 vou falar sobre a cota dos 300 dólares e as regrinhas da receita federal, algumas comprinhas que fiz e do principal: ESMALTES! Não podia falar dos esmaltes sem explicar sobre Rivera, e nem falar pouco deles, então resolvi fazer um post exclusivo sobre os nossos amados vidrinhos. Espero que tenham conseguido ler, nem que tenham demorado um dia, e que tenham gostado e entendido um pouco mais sobre a tão comentada por mim Rivera! Me deixem dúvidas nos comentários que posso falar sobre no próximo post de semana que vem 😉 Todo mundo entendeu o que é Rivera e como funga esse negócio de ir comprar lá? Aeeee \o/

Beijo enorme e um final de semana perfeito!

AssinaturamaiorCrisVariados

58 pensamentos sobre “Guia de compras de Rivera – parte 1

  1. Primeiro: AMEI OS MAPAS!! Em especial saber da fronteira e as estrelinhas a assinalar as lojas 😄
    Achei as lojas do Centro Comercial (shopping) muito semelhantes às nossas aqui em Portugal 😉
    Quanto a comprar coisas com etiqueta de outra marca em uma loja, isso tem um nome: contrafação 🙄

    De todos os produtos morri nos milka e no sherridan (tudo docinho ^^’ ).
    Agora fiquei mortinha para ver os vidrinhos, deixaste para o fim sua malvadaaaaaaaaa >:D

    Amei e espero que se tenham divertido muitooooooooooooo 😉 ** *

    Curtir

    • Oi Cátiaaa mi honey!
      OBA, amo mapas ❤ Eu favorito tudo, tem que ver NY no meu google maps, tipo mil estrelas 😄
      Ai que chique que vocês são, aqui no Brasil tem coisas sofisticadas, mas só nos centros maiores sabe…
      Eu acho que as coisas que tem na Indian's são meio que de segunda mão que sobram sabes.. Não todas, mas algumas, essas que tem as etiquetas de outras lojas…
      HOHOHO logo mostro, don't worry 😉
      Sim, muuuita diversão e gastança :O ahuihiua
      Beijos ❤

      Curtir

  2. Oi Cris! Moro no Rio e (desculpe a ignorância), confesso que nunca tinha ouvido falar em Rivera antes de ler seu blog. Desde que vi vc mostrando importados lindos que comprou por lá me interessei, entãoaadorei o post! Deu muita vontade de ir, mesmo eu morando bem longe… O mais legal é poder encontrar produtos que não vendem no Brasil e outros que são bem mais caros aqui. Deve dar vontade de sair comprando tudo, né? Achei super legal a parte de maquiagens e comidas gostosas, além dos esmaltes, claro. Imagino que no próximo post vc vá dizer quais marcas encontra por lá, né?
    Não sou muito boa em ler mapas, mas pareceu que é um lugar bem legal pra ir andando e entrando nas lojas, curti muito! Quem sabe um dia não vá conhecer, né?
    Beijos e já aguardo o próximo post!

    Curtir

    • Oi Thais!
      Mas guria, que ignorância o que, nada disso! É que fica longe daí, provavelmente ninguém daí conhece… A gente conhece porque muita gente vai sabe? Que bom que curtiu, acho legal poder mostrar coisas assim que conheço bem, mas geram curiosidade pra quem não conhece 🙂
      Sim guria, eu não sou muito ligada em outros produtos de beleza, mas tem gente que se enche de creme/shampoo/mil coisas para cabelo e pele. Tem muitas marcas famosas!
      Sim, vou mostrar todinhas que dá para comprar lá! 😉
      Aham, é bem isso, tudo de fácil acesso! Vai saber né, sempre existe possibilidade!
      Beijão 😀

      Curtir

  3. Nossa que belezura poder ir de um país para outro sem ninguém te parar nem nada *-*
    Moro no Espírito Santo, mas sempre quis morar no Rio Grande do Sul, primeiro porque os lugares são lindos e eu amo o sotaque de vocês, segundo porque tem coisa melhor do que dar um pulinho no Uruguai quando quiser?
    Estou planejando ir para Portugal, mas não tem data certa ainda. O que mais me preocupa é na hora de mudar a moeda. Não tenho experiência nisso então não sei nem onde troca, se devo trocar quando chegar no país ou já no Brasil mesmo. Essa é minha única preocupação.
    Agora que vi Rivera, quero muito poder ir um dia. Na verdade, quem sabe um dia moro no RS e posso ir também na maior tranquilidade? suahsua
    Eu também não gosto muito de Burguer King. Você não sabe o que te espera comendo lá. Pode pedir sempre o mesmo pedido, mas uma vez ele vem com bastante molho e a carne mais branca, na outra ele vem com pouco molho e com a carne queimadinha, nunca se sabe o que virá.
    Estou ansiosa pelo próximo post!
    Bjos Cris

    Curtir

    • Oi Bru!
      É tem a chance de pararem na Receita Federal depois, mas vou explicar melhor no próximo post 😉
      Venha, RS é amor da vida, nunca trocaria meu RS por nenhum outro estado, desculpa, mas amo demais!
      Portugal é AMOR ❤ Eu amei quando fui, mesmo que por poucos dias 😉
      SEMPRE troque aqui, sempre, porque em outros países fica muito mais caro! Entre em contato com algum agente de viagens e peça para ele te orientar. Tu pode comprar com uma casa de câmbio do aeroporto, pagar pela net ou no banco mais próximo da tua casa mesmo, e depois retira no dia da viagem, sem correr perigo. Eu comprei pela net, por email, paguei pela net e retirei no dia da viagem lá no aeroporto de POA! A taxa para troca não é a mesma do dólar/euro que ouvimos falar (nos telejornais e tal), mas sim a taxa de dólar/euro turismo, que é mais cara um pouco. Mas é mais tranquilo! O melhor ainda é ir também com cartão de crédito com um bom limite, porque nunca se sabe o que pode acontecer, eu sempre penso em sermos prevenidos sabe? Enfim hehehe
      Acho que tu deve morar aqui, é o melhor huaaiuahuia
      Blé, achei ruim o hamburguer deles 😛
      Logo vai ao ar 😉
      Beijos Bru!
      PS: já pintou com outro esmalte?

      Curtir

      • Obrigada pelas dicas Cris e quem sabe não vou um dia morar por ai mesmo?
        Pintei sim shauhsa Mas ontem fiz uma nail art de oncinha com candy colors. Ficou muito fofo! Estou pensando em criar um flickr, mas só pinto as unhas nos domingos então ia ficar meio vazio e demorado nas postagens de fotos.
        Bjos Cris!

        Curtir

        • Pois venha, não vai se arrepender! \o/
          Ai que amooor, coisa boa gente, agora tudo voltou ao normal então né!?
          Cria sim, não importa se vai postar só uma vez por semana, quero ver tuas unhas!
          Beijos Bru! 😀

          Curtir

  4. Oi Cris, primeiro quero comentar que adoro mapas, estudo muito os mapas e também conheço muitos lugares sem sequer sair de casa. Também pesquiso muito nos mapas os trajetos que faço de bike, muito útil e bacana mesmo.
    Adorei o post guia, moro no Sul (como já comentei em algum lugar por ai rsrs) então não é difícil um dia eu resolver conhecer Rivera, já que tenho planos de ir pra o RS conhecer a terra do meu noivo.
    Adorei mesmo e tô ansiosa pra ver o que vc comprou.
    Beijo e bom findi!!!

    Curtir

    • Oi Gi! 😀
      Oba, somos 3 amantes de mapa por enquanto (Cátia lá em cima também ama hahaha)
      Claro, tu anda bastante pelo interior tu me disse né? É muito bom ver as estradas antes né?
      Olha, vale à pena, eu amo comprar lá! Tem que ir sim Gi, qual é a terra do noivo mesmo?
      Logo mostro 😉
      Beijocas! 😀

      Curtir

  5. Eu sempre sonhava em ir pro Paraguai, até conhecer Rivera, hahaha
    O Free Shop foi muito aproveitado na minha formatura, haha, não fui até lá, mas aproveitei um conhecido para me trazer as bebidinhas de lá 😉 Agora quero ir sozinha, e poder comprar milhões de garrafas de vinho esmaltes 😉

    Curtir

    • Oi Alê!
      Eu fui uma vez para o Paraguai quando era criança e mei que me traumatizei hauiaiuha
      Lembro que teve gente que comprou câmera fotográfica que era oca, que tinha muito lixo, muita gente incomodando vendendo coisa na rua, aff, me agonia de lembrar. Tem que ame, mas eu amo Rivera ❤
      Vinhos é? Mas que chyque ocê. Eu fico com as porcarias de comer e os esmaltes :B hihi
      Beijos Alê!

      Curtir

  6. AMEI esse post, sério! Gosto das coisas bem explicadinhas 😀
    Também adoro mapas, Google Maps é meu amigo 😉
    Mas esse post só aumentou a minha vontade de ir aí te visitar Cris… Me fala, PORQUE um País TÃO GRANDE e com passagens caríssimas, porque Deus? Só atrasa a vida da gente…

    Quando eu fui pro Paraguai só trouxe cosmético [principalmente esmalte] e gordices, como chocolate milka que eu AMO demais, alfajor e batata pringles. Que mané bebida, vai é ocupar espaço 😛

    Curtir

    • Oi Priii!
      Ai que bom \o/ Eu explico muito demais normalmente, então no post não podia ser diferente!
      Mais uma amante de mapas, já somos 4 hauiahuiauia
      Venha Pri, venha que te levo em Rivera fia! hahaha
      Pensamos igual, pringles amor, chocolates, porcarias em geral e esmaltes! hauiahuaiu
      Até trago algumas bebidinhas, mas não bebo né 😛
      Beijocas! 😀

      Curtir

  7. Adorei o guia Cris! Está tudo bem explicadinho, já estou ansiosa pra ver a segunda parte.
    Fiquei morrendo de vontade de viajar e fazer umas comprinhas, quem sabe se o dólar baixar….
    Por enquanto terei que me contentar em ir fazer comprinhas na 25 de março hahahah
    bjs.

    Curtir

    • Oi Beth! 😀
      Que bom guria hehehe
      Pois é, o dólar tá mto caro :/ Mas sempre penso em dólar só e deu auihauihauihaui
      Aff mas 25 de março é tudo né fia? ❤
      Beijos Beth!

      Curtir

  8. Cris, achei demais o seu guia, já estive lá somente uma vez e trouxe, claro, essence muitos e OPI, porém não achei bourjois e sally hansen, mas agora vi que no Barão tinha ): Vou seguir seu guia na próxima…Anciosa esperando a parte 2!!

    Curtir

  9. Cris, achei incrível!!!!
    Adorei o guia de Rivera. Sempre li sobre ele por aqui mas nunca entendia o que era/aonde era! Tem uma praia de Guaratuba aqui em Sampa que fica em Bertioga e tem bem próximo a Riviera de São Lourenço, que é praia também. Provavelmente você não conhece, mas lá é tipo um centrinho “rico” sabe? E vende MUITA coisa, mas é mais shopping mesmo.. Vende esmaltes importados também e tal, e sempre pensei que pudesse haver possibilidades de ser aqui, mas óbvio que não se não você comentaria que é aqui, mas enfim, hduahuahsuas.
    Me lembrou a 25 de março, o Brás (aqui em Sampa), onde vendem coisas como aí em Rivera! 😀
    Cris, só tenho uma dúvida.. Aí as coisas vendem em real mesmo ambas sendo em Uruguay? Você disse alguma coisa sobre dólar mas não entendi direito! *o* rsss
    E estou ansiosíssima pra ver a segunda parte e os nossos (tecnicamente seus) vidrinhos! ❤
    Um ótimo fds pra você Cris!
    Beijo grande!

    Curtir

    • Oi Bia! 😀
      Que bom guria! Não conheço mesmo, não conheço muitos lugares no Brasil, é engraçado, nosso país é tão grande né? Centrinho rico, ui hein, tu compra muito esmalte por lá?
      Assim, nos free shops os preços todos estão em dólar, mas na hora de pagar você pode pagar em dólar ou em real mesmo. Ela converte na hora e tu paga em real tranquilamente, bem bom, daí não tem que correr atrás de “cambiar” o dinheiro… E nas lojas uruguaias, tipo o burger king, a livraria e etc, os preços estão em pesos, mas eles também aceitam real.
      AHAM, muito esmalte a venda lá *_*
      Beijocas e uma boa semana Bia! 😀

      Curtir

  10. Cris, acho que fomos piratas em outra vida: adoramos mapas! Quando fui para São Paulo na primeira vez, examinei o mapa do lugar, todas as ruas, lojas e estações de metrô próximas. Sabia como ir para os lugares que eu queria, tanto que fui sozinha e me perdi só uma ou duas vezes, mas resolvi rapidamente! Adorei o post porque sempre quis ir a Rivera, mas nunca tive uma boa oportunidade. A cunhada da minha irmã foi comprar champanhe para o casamento da filha, e eu quase me agarrei no para-choque! Depois meu irmão foi, mas o carro estava lotado! Eu sempre quis um guia assim, dos xópis, das ruas e das lojas onde tem os nossos tesouros! 😀 Esse post vai ser consultado um dia, espero que não demore muito, e eu possa ir a Rivera. Adoro viajar, adoro compras, adoro alfajores, esmaltes e muitas coisas que tem lá. Vou esperar o próximo post!! 😀
    Beijos

    Curtir

    • Oi Deise queridona da minha vida!
      Adorei tua foto cabeluda de dia das mães hohoho Feliz dia das mamães!
      Opa, mais uma, acho que somos 5 se não me engano 😉 5 amantes de mapa, tá bom hein? hahaha
      Coisa boa né, tu não se sentir totalmente perdido! Lá em NY eu tava me sentindo em casa sabe, sabia de tudo hauiahuia QUERO VOLTAR #sofro
      Ai Deise, tem que ir pra Rivera, é a mesma distância tu ir e eu ir!
      Que bom que gostou, espero que seja consultado sim, porque quero te ver arrasanu em Rivera tá? Sabendo de tudo! 😛
      Logo mostro o próximo post 😉 Beijooos Deise ❤

      Curtir

      • Nem me fala daquela foto, Cris! 😦 Acho que foi por causa dela que não ganhei presente…a fia odiou a cara dela, disse que parece que tá se borrando! hauhuahuauhuah Qual o problema? Nenês vivem com as fraldas cheias! Já comecei a encher meu vidro de moedas pra viagem…me aguardem! 😀
        Beijos

        Curtir

        • Aff mas ela era bebê gente, grandes coisa 😛 Eu não tenho vergonha dessas coisas de quando era criança, eu era besta e continuo ahuiahuia
          Encha bem o vidro, vale à pena *_*
          Beijocas Deise ❤

          Curtir

  11. Uou, quanta coisa *-*
    Só me deu mais vontade ainda de ir, hahaha. Provavelmente eu teria que pernoitar, porque Porto Alegre parece estar mais distante e tals. Você sabe se é sossegado pra ir de ônibus?

    Aguardando a segunda parte do post 😀

    Curtir

    • Oi Carol!
      Aham, muita coisa mesmo 😛
      Porto Alegre é a mesma distância que aqui, mas pra ir a primeira vez é melhor dormir mesmo, porque daí tu pode ir com calma por não conhecer sabe? Depois as outras vezes dá para ir e voltar tranquilo, te digo por experiência própria! Eu não sei Carol, tu diz de ônibus de linha ou em grupo de “compras”?
      Em ônibus de linha acho meio complicado, porque é meio difícil de trazer as compras e tal, sei lá também 😛
      Logo posto, beijocas :*

      Curtir

  12. amei, amei, amei!!!!
    cris que tudo de bom, adoro mapas, adoro me programar e conseguir ir em todos os lugares… vou juntar uma grana e ir para a Riviera com certeza!!
    bom sobre o churras na grelha, é assim que paulista faz… corta a carne em bifes e coloca na grade/grelha… como o meu noivo é gaúcho fazemos no espeto, mas algumas coisas, como pão de alho vai na grelha kkkkk
    sobre o elefante na frente da loja, diz a cultura indiana que é para trazer prosperidade…
    bjnhos linda e muito obrigada pelo conhecimento em riviera, agora fiquei com mais vontade ainda hahaha

    Curtir

    • Oba Thabs! 😀
      Só posso dizer que sou aloka dos mapas, e além disso acho que tu deve sim ir para Rivera! Todas nós deveríamos ahuiahauihia
      Que engra gente, fazer assim churrasco, tipo bifes na grelha :O Olha se ele não fizesse o churrasco no espeto eu ia estranhar, tu deve bem saber como é gaúcho né, mantendo sempre a tradição!
      Pão com alho também fazemos no espeto aqui, AMO de paixão, como um montããão de aperitivo junto com linguicinha ❤
      Pois é, será que tem a ver com a cultura indiana? Fiquei em dúvida!
      Hehehe, estava devendo o post, demorei mas fiz 😀
      Beijos!

      Curtir

  13. Eu levei 3 dias rsrs, pq queria ler todos os detalhes rsrs
    Amei o post, inclusive os mapinhas.
    Tem aeroporto perto? Morro de vontade de ir! Tenho uma amiga daí do sul q foi justamente nesse finde q vc foi e tb dormiu por aí. Como eu sabia a vc iria, quase mandei sua foto pra ele te pedir um autografo caso te encontrasse kkk (brinks)

    Curtir

    • HAHAHAHA Ai Carol, 3 dias!??? 😛
      Que bom que amou, fico felizaça! huhu
      Olha nem sei se tem aeroporto, tem em Santa Maria, 2 horas de Rivera, mas mais perto juro que não sei 😛
      Sério? Ai Carol autógrafo? HAUIHAIUA Tu é uma figura guria 😛
      Beijoooos figuraça!

      Curtir

  14. Pingback: Guia de Compras de Rivera – parte 2 | FranCristein

  15. Oie Cris!
    Adorei o post, tudo tão explicadinho que dá vontade de fazer as malas e ir agora mesmo. Sério, você fez parecer tão fácil rs. Eu já fui muito louca com mapas, logo que lançaram o Google Earth… hoje não consigo me achar nem na minha própria cidade kkkkkk. Adorei saber que aceitam nossa moeda também. Ficaria perdida se fosse pra Rivera, mas porque não saberia o que comprar primeiro, comida ou esmalte ?!? Kkkkkkk. Tenho uma tia que volta e meia vai pro Paraguai, mas eu não tenho coragem de pedir esmaltes. Na verdade eu nunca pedi esmaltes pra ninguém. Sei lá, vai que me compram cores feias, e eu também não quero dar uma de louca com listagem contendo nomes/cores/marcas sabe kkkkkk. Acho que é algo que eu só faria com alguém que é viciada igual a mim. Beijocas

    Curtir

    • Oi Alê!
      Pois venha, te levo para lá com o maior prazer! Vou te dizer, é fácil lá sabe, não tem complicação tipo o Paraguai, sei lá. Adoro ir passear e comprar lá 😀
      Eu sou amante declarada do Earth/Maps, juro, a gente aqui mexe muito com mapa, usamos muito na agricultura e tal, então não tem como não ser fissurada sabe?
      Aham, é muito tranquilo lá, dá para estacionar perto das lojas, pagar com reais, sei lá, acho prático e muito bom sabe, é um passeio muito legal!
      Comida E esmalte, porfa! É um problema mesmo, eu pedi para minha tia que foi para a Itália, mas com as cores definidas sabe, se não também não peço!
      Mas se a pessoa é viciada é bem melhor né? HAHA
      Beijos dona Alethea Cristina 😉

      Curtir

  16. Oi Cris!

    Eu nunca fui para Rivera, mas já fui para Río Branco, pelo que vi, tem alguns Free Shops que são os “mesmos” de Rivera e a estrutura e coisas que vendem são bem parecidas, mas em Río Branco acredito que eles sejam menores e que tenha menos Free Shops do que Rivera. Achei que é bem o que você falou, os preços bem parecidos em todos e tem muuuuuuiiiiittttaaaa coisa para comprar. Me deu fome e vontade de voltar lá, shauhsuahs…

    Resumindo, post lindo, Cris.

    Beijo

    Curtir

  17. Pingback: Comprinhas em Rivera! #2 | FranCristein

  18. Olá, tudo bem? Estou indo viajar para Rivera e entrei em contato com o hotel Acrópolis, gostaria de tirar uma dúvida sobre o estacionamento, ja que você ficou la. Porque pelo maps eu vi que nao há garagem no hotel, mas eles vendem esse serviço junto com o pacote das diárias, você utilizou? Onde fica estacionado o carro? Achei bom o preço que eles me enviaram por e-mail, mas fiquei com receio dessa questão do carro.

    Curtir

    • Oi! A garagem deles é um pouco mais para baixo na rua do que o hotel, é super tranquilo! Tem portão e você pode tirar o carro em qualquer horário!
      Só tem que cuidar para o carro não ficar enfiado atrás de outros carros, daí complica 😉

      Curtir

  19. Olá, adorei todas as informações!
    Estou pensando em ir pra Rivera e gostaria de saber se é tranquilo ir a pé do hotel Acrópolis até os free shops e se tem algum restaurante bom ali perto… E também queria saber mais sobre a Carta Verde, é obrigatório adquirir? onde devo apresentá-la?
    Muito obrigada

    Curtir

    • Olá Carolina! Obrigada!
      Sim, é super tranquilo! Tem sempre bastante gente circulando, é normal!
      E restaurante bom tem o do hotel Jandaia, que mostrei ali em cima também! Nós jantamos lá no dia em que posamos! O bom é que fica a uma quadra do hotel Acrópolis, então é super fácil de ir!
      Podem arriscar jantar num hotel ou restaurante no lado uruguaio, também é legal! Mas se quer comida “brasileira” e com garantia de que será boa, o restaurante do Jandaia é a opção mais segura!
      A Carta Verde não é obrigatória para fazer compras em Rivera, somente se você quiser viajar para o Uruguai mais “adiante”, por exemplo ir a Montevideo e Punta del Leste. Só para ir fazer as compras e voltar, ou dormir uma noite, não é preciso!
      De nada! 🙂

      Curtir

  20. Oii! Estou lendo o seu post em 2016 ehhehe Gostei muito, adoro informações detalhadas e as suas ajudaram muito!
    Moro em gravataí e estou me programando para ir para Rivera de carro, no final de agosto. Voce foi para la esse ano? Mudou muita coisa disso tudo que vc escreveu? Alguma dica a mais?
    Espero que veja esse meu comentario antes de eu viajar! Muito obrigada!

    Curtir

E aí, o que você achou do post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s